21 maio, 2012

Judeus celebram a reunificação de Jerusalém


   O mundo judeu está a celebrar Iom Ierushalaim, o Dia de Jerusalém, o 45º aniversário da reunificação da Cidade Santa durante a Guerra dos Seis Dias. Jerusalém faz parte do centro da vida nacional e espiritual do povo judeu desde que Davi tornou-a capital do seu reino no ano 1003 a.C.
   Quando o Estado de Israel foi estabelecido, em 1948, Jerusalém voltou a ser a capital do Estado judeu, apesar de estar divida e ter a parte oriental – incluindo a Cidade Velha – anexada pela Jordânia. Os árabes, então, proibiram o acesso dos judeus às áreas do Monte do Templo e do Muro das Lamentações.
   Durante a Guerra dos Seis Dias, no entanto, o Monte do Templo e o Muro das Lamentações retornaram à soberania judaica pela primeira vez desde o ano 70 a.C., quando os romanos invadiram e destruíram Jerusalém.
   Em junho de 1980, a Knesset (Parlamento de Israel) aprovou a “Lei Básica: Jerusalém”, que determinou que os lugares sagrados de todas as religiões fossem protegidos para evitar profanações, garantindo seu livre acesso e o investimento governamental no desenvolvimento da capital, assim como no bem-estar e na prosperidade dos seus moradores.
   Assista abaixo a um documentário sobre Jerusalém:





Por Jônatha Bittencourt em 20 de maio de 2012 em 
http://noticias.gospelmais.com.br/judeus-celebram-hoje-reunificacao-jerusalem-35340.html