11 janeiro, 2012

O Arrepender-se

Lucas, Capítulo 1.

João, o pregador do arrependimento e a mensagem de salvação

As palavras que João pregava não era segundo seu próprio querer e vontade de dizer o que pensava ser certo ou errado,  mas tinha fundamento bíblico! Ele era a voz do que clama no deserto, cumprindo-se assim a profecia para consolação dita por Isaías (40:3). O primo de Jesus estava preparando o caminho do Senhor pregando sobre o arrependimento.
Sim, a mensagem da cruz parece loucura para os ímpios pois eles não entendem as coisas pelo Espírito, mas tudo natural, como se fosse qualquer filosofia, ao invés de tratar disso espiritualmente.
Aquele que é 'vazio', que ainda não tem Deus em sua vida, "se encherá" da presença de Cristo.
"E se abaixará todo o monte e outeiro". Se penso que sou autossuficiente, a mensagem do arrependimento me fará pensar de novo e reconhecer que nada sou sem o Todo-Poderoso.
"E o que é tortuoso se endireitará". O povo que anda errante, irá agora andar no Caminho.
"Caminhos escabrosos". Seitas e heresias? O mundo está cheio disso, mas a 'estrada' será aplanada, conhecendo a Verdade.

Assim, todos verão a salvação: JESUS!

Quem vos ensinou a fugir? Não há como fugir, muito menos se esconder. Acredite: nem a tentativa de apadrinhamento para 'cobrir' o pecado adiantará. Nunca!
Não fomos nós que escolhemos sofrer por Cristo, mas foi Ele que nos amou para que venhamos a dar fruto. Se tivermos o fruto do Espírito, frutos dignos de arrependimento serão produzidos.
Mas, ainda falando sobre boas obras, se não dermos bons frutos, seremos cortados e lançados no fogo. Minha vontade não é essa. A sua é?
Versículo 10: Metanóia (gr. arrependimento) em ação.
Ajudar os necessitados - uma das leis do Reino.
Publicanos, 'os homens do dinheiro' perguntam arrependidos o que deviam fazer. Eles queriam ser transformados. Há o mesmo desejo hoje em dia? E você, já nasceu de novo? João respondeu-lhes convidando-os para que deixassem a mentira, o pecado.
Os soldados também foram tocados pela mensagem da Graça. João os aconselha a não usarem do poder que tinham para benefício próprio.
O povo estava na expectativa, queriam tirar a dúvida se João era o Cristo. Eram sedentos, famintos do Salvador. O batista responde: Não sou eu o Cristo. Ele somente pregava, mas o Senhor tem poder para salvar.
O pregador ensinava sobre o batismo com o Espírtito Santo, Cristo batiza.
A mensagem "arrependa-se!" ainda fala.

João, o batista, não tinha glória, mas era cheio da graça. Outros por aí estão cheio da 'glória', mas secos da Graça...

Cuide-se!

E para terminar, versículos 19 e 20. É, quem fala a verdade incomoda...

Um abraço.
Jesus te ama!